Últimas Notícias

segunda-feira, 29 de janeiro de 2018

OBRAS DE PEREIRO CEARÁ E IRACEMA ESTÃO PARALISADAS


Obras de Pereiro e Iracema ainda estão paralisadas

Os canos da adutora de Pereiro, que foram instalados próximo à rodovia BR-226, apresentam vários trechos danificados por acidente com veículos e por ação humana ( Foto: Honório Barbosa )
00:00 · 27.01.2018
Pereiro. A implantação de Adutoras de Montagem Rápida (AMRs) em caráter emergencial tem sido uma solução para o abastecimento de dezenas de centros urbanos. Desde o início da crise de escassez de chuva, em 2012, o governo do Estado implantou várias no Interior cearense. Por meio da rede de canos, a água captada em açudes, às vezes distantes, chega às estações de tratamento e é distribuída aos moradores. Esse sistema evita o desperdício e também a contaminação do recurso hídrico quando escorre pelo leito natural dos rios.

 Dnocs começa a implantar mais três adutoras no Interior

Em agosto de 2016, a implantação das adutoras deixou de ser responsabilidade da Secretaria de Recursos Hídricos (SRH) do governo do Estado e passou para o Departamento Nacional de Obras contra as Secas (Dnocs), por determinação do Ministério da Integração Nacional.

Na prática, a interferência política na questão da seca resultou em atrasos, falta de recursos e problemas operacionais, que deixaram pelo menos duas adutoras inacabadas: Pereiro e Iracema. Estas duas integram o primeiro lote de dez unidades anunciado e iniciado em dezembro de 2016 sob a responsabilidade do Dnocs. As demais foram implantadas em São Luiz do Curu, São João do Aruaru, Tamboril, Apuiarés, Vila Mineiro e Chorozinho - Triângulo e, segundo o órgão, estariam em operação.

As adutoras de Pereiro e Iracema tinham de prazo de 180 dias, segundo o projeto técnico, mas já se passou um ano e dois meses e ainda não há previsão de quando serão concluídas.

O Dnocs, por meio de nota, informou que a tubulação da adutora de Pereiro encontra-se assentada, faltando apenas construções das estações elevatórias e que houve um encerramento do contrato com a empresa responsável pela obra por falta de cumprimento do prazo de execução. O órgão disse que vai retomar o serviço remanescente "o mais rápido possível".

Já com relação à adutora de Iracema, o atraso na conclusão deve-se ao alargamento da via de acesso principal à cidade, pois, segundo o Dnocs, houve necessidade de deslocamento do trecho, mas a conclusão do projeto ocorreria em breve.

Destruição

Os canos da adutora de Pereiro, que foram instalados próximo à rodovia BR-226, apresentam vários trechos danificados por acidente com veículos e por ação humana. A obra deveria ter sido concluída em junho de 2016, mas até hoje permanece inacabada e sem prazo de conclusão. O projeto inicial previa a captação de água diretamente no Rio Jaguaribe, na localidade de Mapuá, bombeamento para subir a Serra de Pereiro, até a Estação de Tratamento de Água da Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece), em uma distância total de 36Km.

Além de canos rompidos e quebrados, observa-se que, na localidade de Mapuá, zona rural de Jaguaribe, que a rede de dutos ainda está incompleta e, onde seria o ponto de captação de água, com instalação de sistema de bombeamento nada foi feito. O pior: o Rio Jaguaribe, que recebe cada vez menos água do Açude Orós. "Se não chover bem neste ano, o Orós e o rio vão secar e de nada vai adiantar a adutora. Foi dinheiro do povo jogado fora", lamentou a vereadora Leni Freitas.

Os moradores estão sofrendo com a falta de água. "São famílias pobres que pagam até R$ 40 por mil litros de água potável para o consumo humano, pois a água dos pipas não serve para beber", lamentou a vereadora Leni Andrade, que tem lutado muito para que a adutora seja concluída. "Já promovemos audiência pública, visitamos o Dnocs várias vezes, mas até agora, nada", observou. "O que está acontecendo com Pereiro é um absurdo, o povo sofre, abandonado, e até a Defesa Civil deixou de fornecer água para a cidade por meio dos caminhões. Só a Operação Pipa do Exército abastece a zona rural".

Fonte; Rilmar Cavalcante

Nenhum comentário:

Postar um comentário



Anúncio Google

Post Top Ad

Your Ad Spot

Páginas