ANÚNCIOS

Últimas Notícias

CONHEÇAM AS FORMA QUE OS ESPÍRITOS MALIGNOS AGEM NAS VIDAS HUMANAS


Diferentes Tipos de Espíritos Malignos
Todos os exemplos dados nos Evangelhos deixam claro que há diferentes tipos de espíritos.

Sua manifestação fora dos casos apresentados nos Evangelhos pode ser vista na história da menina de Filipos, possuída por um "espírito de adivinhação", e, ainda, em Simão, o mago, que recebia o poder satânico de fazer milagres a ponto de ser considerado "um grande poder de Deus" pelo povo enganado (Actos 8:10).



Os espíritas, nos dias de hoje, são tão enganados que pensam que estão realmente a comunicar-se com o espírito dos mortos, pois é fácil para os espíritos malignos imitarem qualquer morto, até o mais dedicado e piedoso cristão. Eles observaram os que hoje estão mortos durante toda a sua vida (cf. Actos 19:15) e podem facilmente imitar-lhes a voz ou dizer qualquer coisa sobre eles, suas acções e suas conversas "privadas" quando estavam na terra.



Espíritos Malignos Predizendo por Meio de Médiuns



Da mesma forma que o espírito de adivinhação faz, os espíritos enganadores podem usar os quiromantes e os cartomantes para enganar, pois na sua obra de observar seres humanos, eles inspiram os médiuns para predizer, não o que eles sabem sobre o futuro _ pois apenas Deus tem esse conhecimento _, mas coisas que eles mesmos pretendem fazer, e se eles puderem levar a pessoa a quem essas coisas são ditas a cooperar com eles, por aceitar ou acreditar em suas "predições", eles tentarão, por fim, fazer essas coisas realmente acontecerem.

Por exemplo, o médium diz que algo vai acontecer, a pessoa acredita e, ao acreditar, abre-se ao espírito maligno para que ele realize aquela coisas ou, ainda, admite o espírito ou dá livre oportunidade a alguém já possuído para fazer o que foi predito. Eles não têm sempre sucesso, e essa é a razão de tanta incerteza a respeito das respostas dadas pelos médiuns, porque muitas coisas podem impedir as obras dos seres espirituais malignos, principalmente as orações de amigos ou intercessores na Igreja Cristã.

Estas são algumas das "coisas profundas de Satanás" (Apocalipse 2:24) mencionadas pelo Senhor em Sua mensagem a Tiatira, referindo-se de forma clara a obras muito mais subtis entre os cristãos daquela época do que todas as que os apóstolos tinham visto nos casos registados nos Evangelhos. "O mistério da iniquidade já opera", escreveu o Apóstolo Paulo (2 Tessalonicensses 2:7), demonstrando que esquemas de engano profundo por meio de doutrinas (1 Timóteo 4:1) _ profetizados como tendo seu auge nos últimos dias _ já estavam operando na Igreja de Deus naquele tempo.

Os espíritos malignos estão operando hoje em dia, tanto dentro como fora da Igreja, e o "espiritismo", no que diz respeito a lidar com espíritos malignos, pode ser encontrado dentro da Igreja e entre os crentes mais espirituais, sem usar seu nome verdadeiro.

Os cristãos acham que estão livres do espiritismo porque nunca estiveram numa sessão espírita, não sabendo que os espíritos malignos atacam e enganam  cada ser humano e não confinam suas obras à Igreja ou ao mundo, mas agem em qualquer lugar em que podem encontrar condições para sua manifestação de poder.


O Poder de Espíritos Malignos Sobre o Corpo Humano


O controle dos espíritos malignos sobre o corpo daqueles a quem possuem é claramente visto nos casos relatados nos Evangelhos.

O homem que tinha a legião não tinha controle sobre o seu próprio corpo e mente: os espíritos apoderavam-se dele e o impeliam (Lucas 8:29), levando-o a ferir-se com pedras (Marcos 5:5), davam-lhe força para quebrar as cadeias e despedaçar todos os grilhões (v. 4), a clamar em alta voz (v. 5) e a atacar furiosamente a outros (Mateus 8:28).

O garoto com espírito mudo era atirado ao chão (Lucas 9:24) e convulsionado; o espírito forçava-o a gritar e atirava-o por terra a ponto de o seu corpo ficar bastante ferido (v. 39). Podemos notar que dentes, língua, orgãos da fala, ouvidos, olhos, nervos, músculos e respiração são afectados por espíritos malignos quando possuem alguém.

Tanto fraqueza como força são produzidas por suas obras, e homens (Marcos 1:23), mulheres (Lucas 8:2), meninos (Marcos 9:17) e meninas (7:25) estão igualmente expostos ao seu poder.

A Igreja de Cristo tem que reconhecer que a existência de espíritos malignos enganadores e mentirosos é tão real hoje quanto era no tempo de Cristo, e a atitude deles para com a raça humana continua a mesma; que o único propósito para o qual trabalham sem cessar é enganar todos os seres humanos; que eles são completamente entregues à maldade o dia inteiro, a noite inteira, e estão incessante e activamente derramando uma torrente de preversidade no mundo e só se satisfazem quando têm sucesso em seus planos malignos de enganar e arruinar os homens.

O conhecimento de que é possível ser enganado mantém a mente aberta à verdade e à luz de Deus e é uma das condições primordiais para manter o poder de Deus; enquanto que uma mente espiritualmente cega e fechada à luz da verdade da Palavra é garantia certeira de engano por parte de Satanás na primeira oportunidade.

Só Jesus pode libertar os cativos e aqueles que se encontram presos na mentira dando ouvidos a espíritos malignos.

Só o nome de Jesus tem poder para libertar:

"E estes sinais acompanharão aos que crerem: em meu nome expulsarão demónios; (...)
Marcos 16:17

Como cristãos, lavados e remidos no sangue do Cordeiro, compete-nos estar alerta e orar em todo o tempo porque:

"Sede sóbrios, vigiai. O vosso adversário, o Diabo, anda em derredor, rugindo como leão, e procurando a quem possa tragar;
1 Pedro 5:8"

Nenhum comentário