Últimas Notícias

TV SERRANA

18 outubro 2017

Após vídeo viralizar, rapaz adota cachorro que fez xixi nele no meio da rua

A cena foi registrada no Rio de Janeiro. Distraído no celular, o jovem foi "batizado" pelo vira-lata e acabou levando ele para casa.

Depois do cachorro que deitou no véu de uma noiva e foi adotado, um outro vira-lata, com atitude menos nobre, ganhou um lar no Rio de Janeiro. Este fez xixi em um rapaz que estava distraído mexendo no celular em uma calçada. A cena foi registrada e passou a circular nas redes sociais, fazendo com que a “vítima” decidisse ficar com o animal.

O vídeo que foi amplamente divulgado no whatsapp e viralizou mostra o vira-lata levantando a perna e urinando nas costas do rapaz, que, indignado levanta e chega a dar um chute em direção a ele. “Acordei hoje de manhã e fui atrás do cãozinho que mijou nas minhas costas hehe. Procurei saber quem era o dono e fiquei sabendo que era de rua. O cãozinho agora tem um lar”, contou o estudante de educação física Heinze Sánchez, 27 anos, em sua conta no Facebook. O post já tem mais de 9,1 mil reações.

Heinze contou que estava no metrô indo para a praia quando viu alguém rindo de um vídeo em que um cachorro fazia xixi em alguém. Pediu para ver e descobriu que era ele. “Ele até me reconheceu por causa da tatuagem no braço e já estava nas redes sociais”, disse.

O rapaz diz que além de brincadeiras, foi alvo de crítica pelo chute. “Fiquei indignado porque o cachorro fex xixi em mim do nada, mas em momento algum quis machucá-lo. Se você vir nas imagens, quando chutei ele, já estava distante do meu pé. Chego até a encolher o joelho”, diz.

Heinze disse que procurou o dono do cãozinho na vizinhança, no bairro São João de Meriti, mas a resposta de todos foi que ele era “de rua”. “Então fiz carinho nele, peguei no colo e trouxe para casa, já que não tinha dono. Ele é muito dócil”. O cãozinho “mijão” foi batizado de Enzo.


Fonte: Correio Braziliense

Nenhum comentário:

Postar um comentário



Anúncio Google

Post Top Ad

Your Ad Spot

Páginas