Últimas Notícias

TV SERRANA

12 novembro 2016

Quase 100 mil benefícios do Bolsa Família no Ceará têm suspeitas de irregularidades, diz MPF

Diagnóstico divulgado pelo Ministério Público Federal (MPF) aponta que 5,51% dos recursos do Bolsa Família destinados ao Ceará podem estar beneficiando pessoas que não cumprem os requisitos do programa. São 99.729 beneficiários considerados suspeitos no Estado, de acordo com o levantamento divulgado nesta sexta-feira (11).

O número que equivale a 6,38% das pessoas que recebem a verba. A análise do MPF considerou os valores pagos entre 2013 e maio de 2016. O resultado coloca o Ceará na quarta colocação do País. O montante sob suspeita chega a somar R$ 368,8 milhões do total de R$ 6,7 bilhões que chegaram a 1,5 milhão de cearenses no período investigado.

Aurora (22,16%), Solonópole (18,02%), Altaneira (16,71%), Granjeiro (16,49%) e Aiuaba (15,99%) aparecem como os municípios com maiores percentuais de recursos pagos a perfis considerados suspeitos no Ceará. Aurora e Solonópole também ocupam, respectivamente, a 3ª e a 9ª colocações no ranking nacional. Fortaleza aparece na 15ª posição entre as capitais, com percentual de 4,04% de recursos destinados a perfis suspeitos.


O ranking é um dos resultados do Projeto Raio-X Bolsa Família, realizado pelas Câmaras Criminal e de Combate à Corrupção do MPF.


Diário do Nordeste

Nenhum comentário:

Postar um comentário



Anúncio Google

Post Top Ad

Your Ad Spot

Páginas