Bebê nasce com quatro olhos e dois narizes no interior de Alagoas

terça-feira, 15 de agosto de 2017

Um caso raro de má formação fetal foi registrado neste fim de semana na Maternidade Santa Olímpia, que fica no município de Palmeira dos Índios, Agreste de Alagoas. Uma jovem de 21 anos, grávida de gêmeas, deu a luz aos bebês nesse sábado (12) e durante a cesariana, a equipe médica percebeu que um deles possuía o que parecia uma segunda cabeça, além do que seriam quatro olhinhos e dois narizes, e lábios leporinos.

Segundo informações repassadas por um integrante do hospital, que pediu para não ter o nome divulgado, a criança de sexo feminino teria morrido logo em seguida, mesmo com os esforços dos médicos. A segunda bebê permanece internada na UTI neonatal da unidade de saúde, mas seu estado de saúde não foi divulgado.
A família das gêmeas é do interior de Alagoas e não autorizou a divulgação de imagens da criança. A equipe hospitalar informou que não dará declarações a respeito, pelo menos por enquanto.
A assessoria de comunicação do IML explicou que bebês mortos só são encaminhados para o instituto se houver suspeita de violência. Em casos de morte natural, eles são liberados para sepultamento da maternidade diretamente para a família.

Especialista comenta
O TNH1 entrevistou o ginecologista e obstetra, com formação em Medicina Reprodutiva nos EUA, Marco Cavalcanti, que explicou a raridade de casos como o registrado em Palmeira.
“Essa má formação ocorre no momento da divisão celular, ainda na fase embrionária”, disse o especialista. “É como se a separação ocorresse com certo atraso, causando a anomalia”, acrescentou.
“É bem provável que se tratasse de trigêmeos, separados em duas placentas distintas, ou seja, dois deles estariam em uma placenta e o terceiro, em outra”, argumentou Marco Cavalcanti.
O médico explica que a medicina ainda não sabe os motivos que levam ao atraso celular, causando a má formação. “É preciso estar atentos ao exames de pré-natal pois o ultrassom morfológico já aponta qualquer anomalia a partir da 12ª semana de gravidez”, aconselhou.

TNH1

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...



POSTO RIACHUELO EM IRACEMA

ULTRAGAZ EM IRACEMA-CE

ADAS MOTOS EM IRACEMA-CE