Últimas Notícias

segunda-feira, agosto 16, 2021

Vaquejada clandestina reúne cerca de 5 mil pessoas em Barbalha

 


Legenda: Dispersão do público demorou 1h30

Foto: Divulgação/ Vigilância Sanitária de Barbalha

Equipes da Vigilância Sanitária e da Polícia Militar de Barbalha foram surpreendidas, na noite de sábado (14), com uma festa realizada em um parque de vaquejada particular, no sítio Brejinho, que fica a cerca de 10 quilômetros da sede do Município. Segundo o órgão, cerca de 5 mil pessoas estavam no local e muitas não usavam de máscaras de proteção facial. O organizador do evento foi identificado e multado. 

 

De acordo com o coordenador da Vigilância Sanitária de Barbalha, Carlos Henrique Albuquerque, sua equipe recebeu a denúncia por volta das 22h30, mas como estava atendendo outra ocorrência, só chegou ao local às 23h10. Lá, se assustou com a dimensão da situação: “Um cenário de aglomeração nunca visto no período de pandemia no Município. Um verdadeiro ataque a saúde!”, define.

 

O número de participantes foi tão grande que a equipe demorou cerca de 40 minutos para chegar ao parque de vaquejada, devido à quantidade de veículos que trafegava nos dois sentidos da via de acesso. Lá, a festa era animada por quatro paredões de som e um grande consumo de bebidas alcoólicas. 

 

LEIA MAIS

 

REGIÃO

Prefeitura de Juazeiro do Norte investiga aplicação de vacinas em público de 18 a 29 anos

 

Devido ao volume de pessoas, a Vigilância Sanitária pediu o reforço de três viaturas da Polícia Militar da cidade vizinha de Juazeiro do Norte — duas de Barbalha já atendiam a ocorrência. “Mesmo assim, a equipe levou uma hora e meia para dispersar a multidão”, descreve Carlos Henrique. 

 

Conforme o último decreto estadual, os eventos sociais estão liberados para 100 e 200 pessoas, em ambientes fechados e abertos, respectivamente, respeitando todos os protocolos sanitários e com autorização dos órgãos de Vigilância Sanitária. A vaquejada não cumpria estes requisitos. 

 

O organizador do evento foi localizado e multado. O valor pago pela infração pode chegar a R$ 10 mil. Segundo ele, o chamado “bolão”, como são chamadas as competições de vaquejada, começou a tarde e esperava um público de 200 pessoas. Os demais participantes não foram autuados. “Não dava tempo. Era muita gente. Um corre-corre muito grande", lamenta o coordenador da Vigilância Sanitária. 

 

O último boletim epidemiológico, divulgado ontem pela Secretaria de Saúde de Barbalha, aponta que o Município soma 8.344 casos confirmados da Covid-19 e 201 óbitos pela doença.

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Your Ad Spot

Páginas