Últimas Notícias

terça-feira, abril 20, 2021

OS 80 ANOS DO REI: 5 COISAS QUE VOCÊ PODE NÃO SABER SOBRE ROBERTO CARLOS

 


Em décadas de uma carreira meteórica, o artista tornou-se um expoente da música brasileira com quase 40 discos icônicos

 

PAMELA MALVA PUBLICADO EM 19/04/2021, ÀS 19H00

 

Fotografia de Roberto Carlos em um de seus muitos shows

Fotografia de Roberto Carlos em um de seus muitos shows - Divulgação/Site Oficial/Roberto Carlos

Poucas figuras marcaram tanto o Brasil quanto o Rei Roberto Carlos. Conhecido por suas canções românticas, ternos brancos, camisetas azuis e rosas vermelhas, o cantor, um dos maiores de todos os tempos, está fez exatos 80 anos nesta segunda-feira, dia 19 de abril.

 

Dono de uma trajetória longa e repleta de sucessos, RCtem mais de 500 músicas gravadas e, em seu site oficial, é categórico afirmar que suas preferidas são ‘Detalhes’ e ‘Eu te amo tanto’. Só que as curiosidades sobre o Rei vão muito além da arte.

 

Que Roberto Carlos sofreu um acidente aos 6 anos, por exemplo, grande parte das pessoas já sabe. Por culpa da situação, inclusive, ele teve sua perna direita amputada e, hoje, continua se apresentando com a ajuda de uma prótese logo abaixo do joelho.

 

 

Em 80 anos de vida, no entanto, são infinitas as curiosidades que formam o Rei que todos conhecem. Confira 5 delas, reveladas ao longo da vida do cantor:

 

1. A vida antes da fama

 


Roberto Carlos em meados dos anos 1970 / Crédito: Wikimedia Commons

 

 

Quarto filho da costureira Laura Moreira Braga e do relojoeiro Robertino Braga, Roberto Carlos nasceu em Cachoeiro do Itapemirim, no Espírito Santo. Morando em uma casa simples, o menino conhecido como Zunga era apaixonado por ouvir rádio, e gastava grande parte do seu tempo livre pescando e andando de bicicleta, segundo O Globo.

 

 

Aos 9 anos, ele teve sua primeira experiência com um microfone em mãos. Em sua estreia nos palcos, o jovem que admirava Bob Nelson cantou um bolero escrito por Fernando Borel. Ao vivo, na rádio de sua cidade natal, RC cantou “Amor y más amor”.

 

2. Na cabeça do Rei

 


Roberto Carlos em meados de 2009 / Crédito: Wikimedia Commons

 

 

Para muitos, pode parecer que o figurino de Roberto Carlos é baseado apenas nos gostos e nas preferências do Rei. Segundo O Globo, contudo, o artista tem alguns rituais, causados por seu Transtorno Obsessivo Compulsivo (TOC), que interferem até mesmo em seu guarda-roupas. Nesse sentido, ele não usa cores como marrom e roxo.

 

 

Por culpa do TOC, Roberto ainda lava as mãos em excesso, evita pronunciar algumas palavras e detesta o número 13. Em seus shows, RC atira exatas 144 rosas vermelhas e 36 brancas na plateia. Nos estúdios, por outro lado, ele precisa ter sorvete e brownie à sua disposição, além de nunca assina documentos em lua minguante, segundo a Folha.

 

3. Primeiras experiências

 


Roberto Carlos tocando violão em 1972 / Crédito: Wikimedia Commons/Arquivo Nacional

 

 

Durante muito tempo, após a cirurgia que amputou sua perna, Roberto viu-se obrigado a andar de muletas. Aos 15 anos, todavia, ele ganhou sua primeira prótese, de acordo com a Folha. Aquele foi apenas o começo de uma jornada repleta de experiências inusitadas.

 

 

Profissionalmente, RC gravou suas primeiras músicas, ‘João e Maria’ e ‘Fora do Comum’, em meados de 1959. Mais tarde, em 1961, o cantor lançou ‘Louco Por Você’, seu primeiro disco. Dois anos depois, com o dinheiro ganhado com o segundo disco, ‘Splish splash’, Roberto Carlos comprou seu primeiro carro: um Fusca 1960 bege e usado.

 

4. Nasce o Rei

 


Fotografia de Roberto Carlos durante um de seus shows / Crédito: Divulgação/Site Oficial/Roberto Carlos

 

 

Em décadas de carreira, Roberto Carlos criou músicas de diversos gêneros que poderiam justificar seu título de Rei. Segundo a Revista Cifras, contudo, o apelido chegou muito antes que muitas das canções do artista. Isso porque o nome absoluto foi garantido a RC por outra grande personalidade: o Chacrinha.

 

 

Acontece que, durante um programa, o apresentador afirmou que Roberto era o 'Rei da Juventude'. Em 1966, inclusive, Chacrinha fez questão de coroar o cantor, durante uma cerimônia realizada na TV Excelsior. Décadas mais tarde, em 2015, a coroa do Rei foi leiloada por R$ 20 mil — logo depois de ele dizer que não queria ficar com ela.

 

 

 

5. Na boca do povo

 

 

 

Com uma discografia de dar inveja, Roberto Carlos contou com a ajuda de diversos artistas para se tornar o cantor que é hoje. Erasmo Carlos, por exemplo, sempre o acompanhou em suas composições. Ainda assim, além do amigo, o Rei também realizou parcerias internacionais, como com a cantora Jennifer Lopez, em dezembro de 2016.

 

Décadas antes, a amizade com Tim Maia deu início ao grupo Os Sputniks, em 1950 — ainda que eles tenham se separado em seguida, gerando um conflito entre os artistas. Isso tudo sem contar as muitas músicas do Rei que foram gravadas por outros artistas, como ‘É Preciso Saber Viver’, performada pelos Titãs e 'Fera Ferida', por Maria Bethânia.

 

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Your Ad Spot

Páginas