Últimas Notícias

sábado, fevereiro 27, 2021

Auxílio emergencial 2021: Saiba como instalar o novo aplicativo em seu celular


Você sabia? Um novo aplicativo foi disponibilizado para os beneficiários do auxílio emergencial. O novo aplicativo poderá ser encontrado por meio do site auxilio.caixa.gov.br ou pelo APP Caixa, para sistemas IOS e Android. Os usuários podem adquirir o novo programa gratuitamente.

 

Confira abaixo o passo a passo de como instalar e se cadastrar:

 

Ao instalar o aplicativo, clique em “Realize sua solicitação” do auxílio emergencial;

Na tela seguinte, confira se possui os requisitos necessários;

Se estiver apto, clique em “Declaro que li e tenho ciência que me enquadro em todas as condições acima.” e em “Autorizo o acesso e uso dos meus dados para validar as informações acima”;

Em seguida, para prosseguir com o cadastro, clique em “Tenho os requisitos, quero continuar”;

Na próxima tela, informe seus dados completos e clique em “Não sou um robô” e em “Continuar”;

Após finalizar o cadastro, a solicitação do benefício poderá ser acompanhada, consultando no próprio site ou aplicativo.

Em casos de dúvidas, a central telefônica 111 da Caixa estará disponível.

 

Quem precisa baixar o aplicativo?

Precisam se cadastrar pelo aplicativo os informais que não estão inscritos no CadÚnico (Cadastro Único), não beneficiários do Bolsa Família, contribuintes individuais do INSS e os MEIs (Microempreendedores Individuais).

 

Para baixar o aplicativo para celulares Android

Para baixar o aplicativo para iOS

Prorrogação do auxílio emergencial

Ainda em tempos de pandemia e seguindo em meio uma crise econômica nacional, milhões de brasileiros esperam fielmente por uma nova rodada de pagamentos do auxílio emergencial em 2021.

O ponto positivo é que o auxílio emergencial foi confirmado para este ano, e provavelmente será divido em quatro parcelas. No entanto, o valor não foi defino,  até o momento. O valor pode variar de R$ 200 a R$ 250 com previsão para ser liberado em março.

De acordo com Arthur Lira, atual presidente da Câmara dos Deputados, a dúvida sobre o valor que será pago no novo auxílio surgiu em razão das informações divergentes entre o presidente da República, Jair Bolsonaro e o Ministério da Cidadania. Declarando R$ 300 e R$ 200 respectivamente.

O intuito do novo programa beneficiador é atender a população que ocupa as camadas mais baixas da pobreza, a fim de reduzir o número de contemplados em relação ao ano de 2020.

No ano passado, foram 67 milhões de pessoas ajudadas pelo benefício. Porém, para 2021, o governo pretende liberar os pagamentos para aproximadamente 33 milhões de pessoas, além de 14 milhões de cidadãos inscritos no programa Bolsa Família.

 

Nesta sexta-feira (26), o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) criticou os estados brasileiros que aderiram novamente ao lockdown. Para o presidente, a medida para tentar frear o avanço da pandemia do novo coronavírus é “politicalhada”. Ainda segundo Bolsonaro, os estados que aderirem às medidas de controle à pandemia deverão “bancar” o auxílio emergencial após os novos quatro meses de pagamento.

 

Bolsonaro afirmou que os brasileiros querem trabalhar e não aguentam mais ficar em casa. Com o cenário da pandemia descontrolado, o aumento de casos de morte e lotação das UTIs, diversos estados estão voltando a adotar o lockdown, incluindo o Distrito Federal.

 

“A pandemia nos atrapalhou bastante, mas nós venceremos esse mal. Pode ter certeza. Agora, o que o povo mais pede e eu tenho visto, em especial no Ceará, é trabalhar. Essa politicalha do ‘fique em casa, a economia a gente vê depois’, não deu certo e não vai dar certo, Não podemos dissociar a questão do vírus do desemprego. São dois problemas que devemos tratar de forma simultânea e com a mesma responsabilidade. E o povo assim o quer. O auxílio emergencial vem por mais alguns meses e, daqui para frente, o governador que fechar seu estado, o governador que destrói emprego, ele é quem deve bancar o auxilio emergencial”, disse Bolsonaro, que foi aplaudido por apoiadores.

 

O presidente também afirmou que os governadores do país “não podem continuar fazendo política e jogando no colo do presidente da República essas responsabilidades”.

 

Apesar de ainda não ter sido oficializado, o presidente já afirmou que o auxílio emergencial deve voltar a ser pago durante quatro meses, com parcelas de R$ 250.


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Your Ad Spot

Páginas