Últimas Notícias

TV SERRANA

05 dezembro 2016

No dia 30 de dezembro de 2016, será realizada a terceira festa da família Cavalcante de Pereiro-CE

O final do ano se aproxima. Para nós é muito importante. No final de dezembro, precisamente, no dia 30 de dezembro de 2016, realizaremos a terceira festa da família Cavalcante de Pereiro, local no salão paroquial desta cidade. Os organizadores sempre na busca da criação e na renovação de valores culturais de nossa realidade, destarte, a procura do que de melhor que se possa dá, para que seja uma noite de confraternização e afeição aos presentes. Sejam bem-vindos todos: a família e aos nossos convidados.

     O intuito maior é o resgate da cultura nordestina, o que nos lembra a história dos Cavalcante, tantos espalhados por este país, todavia, apesar desde ato diminuto ante a grandeza desta família espargida pelos rincões mais longínquos, quiçá, por todas as partes do universo, queremos universalizar a todas as famílias, principal, as pereirenses, momentos de encontros de amigos, que as diferenças sejam apagadas, aqui uma só família una de convivência harmoniosa, possamos no porvir lembra-nos desde dia de paz e amor.

     Se caminhamos da Itália, passando por Portugal e Pernambuco e até chegar à terra de Cosme e Damião, sentimos que não foi em vão, pois aqui, no Brasil, especialmente, em terras pernambucanas, fizemos história, deixamos legados e feitos cívicos por essa terra Brasil, lutamos com ardor e determinação, sim, tornamos a família maior desta nação.

     Não foi faço chegar aqui. Se dividimos primeiramente por toda região Nordeste, e migramos para o resto do país, sofremos perseguições políticas, mas, a mistura de europeus e índios vencemos muitas batalhas e perdemos outras, a nossa hereditariedade guerreira, jamais deixemos de lado. Povo forte e destemido, companheiro e amigo. Neste momento vem a lembrança do meu pai, peço desculpa por fazer essa digressão, - disse um dia que ele era igual a São Francisco: se tivesse ele doava, se não tivesse ele pedia - eu, tão criança não compreendia aquelas palavras, só o tempo, somente ele, fez-me ver como essas palavras foram importantes na minha formação humanística.

     E quantos filhos dessa terra não são compreendidos. A nossa intenção é o respeito e podemos, sim, viver nossas diferenças de maneira salutar, a nossa verdade é a de nossa gente humilde, a mais carente, nem essa seca pode nos derrotar, porque a nossa vontade de viver é maior.

     Neste ano perdemos três entes queridos, mulheres fortes, que ajudaram em seus ensinamentos de mães, partiram, mas ficaram suas heranças.

     Queremos hoje, aqui, renovar nossos feitos, para que os jovens levem em frente à nossa luta, que sejamos uma família grandiosa e no porvir maior pelos séculos. Uni-vos!


Antônio Rilmar Cavalcante

Nenhum comentário:

Postar um comentário



Anúncio Google

Post Top Ad

Your Ad Spot

Páginas