Últimas Notícias

quinta-feira, 19 de maio de 2016

Vereadores querem impedir Cagece de cobrar água que não é consumida

Os vereadores de Tauá aprovaram um projeto de lei que disciplina o desconto dos dias em que a Cagece deixou de fornecer água para os consumidores do Município. O projeto recebeu o apoio de 15 vereadores e agora será submetido à sanção ou veto da prefeita de Tauá, Patrícia Aguiar. A matéria, embora tenha recebido apoio dos 15 vereadores da cidade, pode ser considerado inconstitucional uma vez que a Cagece é uma empresa de economia mista tendo o Estado como acionista majoritário.

Com isso, qualquer mudança no sistema de cobrança da tarifa depende de legislação estadual. Os vereadores, porém, segundo o correspondente do Jornal Alerta Geral na Região dos Inhamuns, Alverne Lacerda, cumpriram o papel de defender os interesses da população que se sente prejudicada com a falta de água. A Cagece, nesse caso, emite a conta sem abater os dias em que não houve fornecimento de água.   Ceara agora

Nenhum comentário:

Postar um comentário



Anúncio Google

Post Top Ad

Your Ad Spot

Páginas