ANÚNCIOS

Últimas Notícias

Sem influência no Planalto, Ciro é demitido da presidência da Transnordestina na CSN

O ex-ministro Ciro Gomes (PDT) foi demitido , na terça-feira (17), da presidência da Transnordestina Logística SA, empresa subsidiária da Companhia Siderúrgica Nacional (CSN), responsável pelas obras da ferrovia no Nordeste.

Com o afastamento da presidente Dilma Rousseff (PT), Ciro perdeu o poder de lobby que tinha no Palácio do Planalto. Com o presidente interino Michel Temer (PMDB) no cargo, Ciro e os irmãos Ferreira Gomes foram obrigados a fazer oposição.

Ciro ainda tentou um canal de diálogo com Temer ao perceber que o afastamento de Dilma seria inevitável, mas sem sucesso. Temer não quer conversa com os Ferreira Gomes.

Demissão

Para não sair por baixo, Ciro divulgou nota afirmando ter pedido demissão do cargo para evitar "perseguições políticas" prejudicassem a obra. Ciro se recusa a admitir que perde influência política.

Ligação

Ciro e CSN têm uma relação antiga: a companhia colaborou com a campanha de Ciro à presidência, em 2002, e à Câmara dos Deputados, em 2006. Ele estava no cargo desde fevereiro de 2015. Ceara news7

Nenhum comentário