JORNALISTA DE ALTO SANTO GANHARÁ COLUNA NO JORNAL IMPRESSO FOLHA DO VALE E TV VALE CEARA

sábado, 23 de setembro de 2017

O Jornalista Rodolfo Lira, da cidade de Alto Santo-CE, após ter diversos trabalhos postados em sua fan page, e na sua página Alto Santo é Noticia onde mostra as ações e trabalhos realizados pela Prefeitura Municipal do seu Município junto à comunidade.

O conteúdo e a quantidade de ações mostradas chamaram a atenção da imprensa regional, que logo cederá um espaço na coluna do jornal impresso, Folha do Vale e na TV Vale Ceará.

Em conversa com a nossa equipe por telefone Rodolfo Lira disse que ´´A cada dia venho mostrando meu trabalho da mesma forma de quando criei a página Alto Santo é Notícia, com amor e muita determinação, sem falar que é um prazer poder divulgar seu Município mundo a fora, já que as redes sociais alcançam tudo isso, agradeço a oportunidade que recebi da prefeita de Alto Santo, Dra Iris Gadelha. Disse Rodolfo Lira.
´´
A TV Vale do Ceará é uma das maiores web Tv do Ceará e do Vale do Jaguaribe, mesmo com pouco tempo que foi lançada a pagina já chega aos 60 mil seguidores diários, e o alcance a mais de 1 milhão de pessoas por semana, e o jornal impresso Folha do Vale mostra de forma impressa os principais destaques de todo o Vale do Jaguaribe nas mesas e rodas de leitura do Vale do Jaguaribe.
Repórter Francisco Filho e Rodolfo Lira Jornalista

Eu Repórter Francisco Filho do Folha Serrana fico muito feliz por meu grande amigo Rodolfo Lira que além de ser um grande profissional é um ser humano muito do bem que por onde passa deixa seu legado de amigos e parceiro de todos; parabéns! Meu amigo sucesso são os voto do seu amigo Francisco Filho.




Fonte: TV Vale Ceará / Folha Serrana

Horário de verão pode se extinto este ano; governo quer ouvir sociedade

A adoção do horário de verão para gerar economia de energia no Brasil não se justifica mais. A avaliação é do diretor-geral da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), Romeu Rufino. O horário de verão está previsto para começar no dia 15 de outubro e terminar em 17 de fevereiro do próximo ano.

O governo analisa a manutenção ou encerramento do horário de verão. “A avaliação é que, sob a perspectiva do setor elétrico, o horário de verão não se justifica”, disse Rufino.

Estudos sobre a viabilidade da manutenção do horário de verão, que abrange nove estados das regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste, além do Distrito Federal (Brasília), estão sendo conduzidos no âmbito do Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico (CMSE), que reúne diversos órgãos governamentais ligados ao setor elétrico.

As pesquisas apontam para o fato de que a adoção da hora adiantada não resulta mais em economia de energia, uma vez que a temperatura é quem determina o maior consumo de energia e não a incidência da luz durante o dia. De acordo com o Operador Nacional do Sistema (ONS), atualmente os picos de consumo ocorrem no horário entre 14h e 15h, e não mais entre 17h e 20h.

Enquete

O governo estuda a possibilidade de consultar a sociedade sobre a adoção ou não do horário de verão este ano. A decisão precisa sair rápido e está nas mãos do presidente Michel Temer e do ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho. Se a definição for pela enquete, ela será lançada no Portal do Planalto na próxima semana.

Apesar de não fazer mais diferença na economia de energia, conforme explicou o diretor-geral da Aneel, uma parte da sociedade gosta da sensação de ter uma hora a mais no dia e poderá manifestar isso na enquete.

Além disso, o governo pode levar em consideração o maior movimento do comércio durante o horário de verão. Com dias mais claros, as pessoas ficam mais na rua e consomem mais.

Bandeira vermelha

De acordo com Rufino, em outubro o governo deve passar a cobrar a bandeira vermelha na conta de luz, possivelmente na faixa dois, em razão da escassez de chuvas.

“O que podemos falar agora é de tendência. A bandeira está vinculada ao CMO (Custo Marginal de Operação), que é muito dependente de regime hidrológico e a previsão de chuva. A tendência é que estamos com um regime hidrológico muito desfavorável, com chuvas atrasadas. A tendência é despachar térmicas mais caras”, disse.

Atualmente, está em vigor a tarifa amarela na cobrança da conta de luz. Esta tarifa representa um acréscimo de R$ 2,00 a cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos. Com a adoção da tarifa vermelha, o preço da tarifa de energia passa a ter um acréscimo e vai a R$ 3,00 por 100 kWh. No caso do patamar dois, esse valor seria maior: R$ 3,50 a cada 100 kWh consumidos.


Com informaçoes Agencia Brasil

EVENTO QUE MARCOU ESSA DATA EM IRACEMA-CE

Jânio Charles Produtor De Eventos Realizou Nesta Sexta-Feira Dia 22 De setembro no D&G Society Club em Iracema-CE, um grande evento que teve como o tema “mulheres que brilham e homens de sucesso” cada um dos homenageados receberam o título e uma medalha honra ao mérito do professor Zequinha, um dos homens que fez e faz parte da história e cultura do nosso município, parabéns ao produtor Jânio Charles e participantes, pelo o belíssimo evento. 




Folha Serrana
Repórter; Francisco Filho
link das fotos Aqui


CEARÁ REGISTRA 2.957 SUICÍDIOS EM CINCO ANOS

Um dado devastador, porém silenciado pelos inúmeros estigmas que o cercam, foi divulgado de forma inédita, ontem (21), pelo Ministério da Saúde. Quase 3.000 mil cearenses tiraram a própria vida em um período de apenas cinco anos. O número faz parte do primeiro Boletim Epidemiológico de Tentativas e Óbitos por Suicídio no Brasil, que reúne estatísticas de 2011, ano em que o suicídio tornou-se agravo de notificação obrigatória, até 2015. No ranking nacional, o Ceará revela um triste quadro: é o primeiro Estado no Norte e Nordeste em quantidade de registros, e o quinto no País.

O lançamento do relatório acontece durante as mobilizações do Setembro Amarelo, movimento que, ao longo deste mês, promove ações de conscientização sobre o assunto. Associados, em geral, a transtornos de saúde mental, os óbitos têm aumentado em todas as unidades da federação. No Ceará, o número de casos passou de 579, em 2011, para 603, em 2015.

Analisando o perfil das vítimas, o boletim revela que os homens são maioria nos casos de suicídio no Brasil (79% do total). No entanto, a maior parte das pessoas que tentam tirar a própria vida são mulheres (69%). Elas também são as mais reincidentes nas tentativas (31,3%).

Conforme explica o psiquiatra Fábio Gomes de Matos, coordenador do Programa de Apoio à Vida (Pravida) do Hospital Universitário Walter Cantídio (HUWC), o suicídio tem múltiplas causas, podendo envolver fatores de ordem clínica, como o diagnóstico de doenças crônicas (câncer, HIV, lúpus); social, a exemplo do desemprego e questões de relacionamento; e/ou psicológica, como depressão, abuso no consumo de álcool e drogas, transtorno de personalidade e esquizofrenia.


DN Online

Detran-CE prevê implantar CNH digital a partir de fevereiro de 2018

O Departamento Estadual de Trânsito do Ceará (Detran) prevê implantar o sistema de Carteira Nacional de Habilitação Eletrônica, a CNH digital, a partir de fevereiro de 2018, conforme cronograma nacional estabelecido em resolução aprovada pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran).

A mudança do sistema terá início no estado após autorização do Contran. Segundo o superintendente adjunto do Detran-CE, Pablo Ximenes, "o sistema de implantação da CNH digital já está sendo estudado, e a transição vai ser rápida, em um mês, no máximo”.

O uso da plataforma digital como documento oficial de habilitação já está sendo estudado pelo Detran-CE, afirma Ximenes. “Nosso sistema já é voltado para esse tipo de conexão”.

A CNH digital vai ter o mesmo valor jurídico da carteira impressa. O cadastro do documento vai ser feito no Portal de Serviço do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), e validado com certificado digital.

Segundo Ximenes, o Detran do estado de Goiás foi escolhido pelo Denatran como projeto piloto de implantação da habilitação eletrônica. A partir dos resultados, os outros estados passam a ter permissão para iniciar o processo. “A versão definitiva (do sistema) deve ser disponibilizada até terminar o teste em Goiás. Só depois os Detrans vão se integrando ao sistema nacional”, explica.
O prazo para implantar o sistema da CNH eletrônica em todo o Brasil é fevereiro de 2018.

Como funciona

No site de serviços do Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro), órgão contratado pelo Denatran para fornecer o novo sistema, segundo Ximenes, o usuário tem acesso ao passo a passo da mudança.

Primeiro, o motorista realiza o cadastro no Portal de Serviço do Denatran e confirma o email com uso de certificado digital. Para isso, o acesso deve ser efetuado por um equipamento que permite o uso desse certificado; ou por meio do seu e-mail, no balcão do Detran.

Será enviado um link para o email informado. Em seguida, o motorista deverá realizar o login pelo aparelho onde deseja ter sua CNH digital.

No primeiro acesso, será preciso criar um PIN (código) para armazenar os documentos com segurança. Será preciso inserir o PIN criado para poder visualizar os documentos.

Caso necessite bloquear o aparelho para impedir o uso de sua conta e acesso aos seus documentos, o usuário deve acessar o Portal de Serviços do Denatran com o certificado digital e solicitar o bloqueio.


G1CE

INSS calcula recuperar metade do R$ 1,2 bi pago a segurados mortos

O governo espera recuperar pelo menos a metade de R$ 1,2 bilhão de benefícios pagos indevidamente pelo INSS a segurados falecidos nos últimos anos — conforme apurou a Controladoria-Geral da União (CGU). Segundo projeções oficiais, entre R$ 600 milhões e R$ 700 milhões ainda estão nas contas das pessoas. O restante foi sacado por pessoas da família e não há como os bancos devolverem.

Por mês, a expectativa é trazer de volta para os cofres públicos R$ 50 milhões. Mas, para isso, será preciso aprovar a medida provisória 788, editada em julho deste ano e que dá respaldo legal aos bancos. As instituições afirmam que só os clientes têm cartão e senha e, portanto, somente eles podem movimentar a conta ou autorizar débito. O governo tem pressa, porque espera esses recursos para ajudar a fechar as contas públicas neste ano, de déficit primário de R$ 159 bilhões.

Ele disse que há vários casos em que, mesmo após o falecimento do segurado, o INSS continua pagando o benefício por até três meses. Isso porque nem todos os cartórios fazem a notificação do óbito no prazo previsto (até o dia 10 do mês seguinte).

No caso de servidores públicos, dados do Ministério do Planejamento mostram uma demora média de 59 dias para o bloqueio da folha de pagamento a servidores e pensionistas aposentados. Segundo estimativas da área econômica, por conta da demora da notificação do óbito às autoridades competentes, são pagos em média R$ 5 milhões por mês em benefícios a quem morreu.

Gadelha explicou que, quando o dinheiro não é sacado e fica parado na conta do aposentado ou pensionista por mais de três meses, os recursos são bloqueados, diante da suspeita de óbito, e a família é notificada. O INSS também abre investigação para descobrir quem sacou o dinheiro para solicitar o ressarcimento.

A expectativa é que a situação mude com a adesão dos cartórios ao Sistema Integrado de Registro Civil – SIR (hoje, 91% dos cartórios já estão dentro do novo sistema). Quem aderir é obrigado a informar o óbito no prazo previsto. Com a aprovação da MP, os bancos terão 45 dias para fazer a devolução do valor depositado indevidamente na conta de falecidos.

Em caso de não haver dinheiro suficiente na conta para a restituição, o banco devolve o disponível e comunicará ao ente público a insuficiência de saldo. A MP prevê o desbloqueio imediado no caso de constatação de erro, mediante prova de que o segurado está vivo.

Além da tentativa de reaver esses recursos, o INSS, em parceria com a Dataprev, está adotando várias ferramentas que permitem cruzar dados para detectar outros pagamentos indevidos. A partir de agora, a base de pagamento de benefícios será comparada ao Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho para saber se o aposentado tem vínculo empregatício.

A base de benefícios do INSS também será comparada aos dados dos regimes próprios de Previdência dos servidores públicos a fim de detectar acumulação indevida. Outro trabalho que está sendo feito é o cruzamento de informações do BPC-Loas (Benefícios de Prestação Continuada, pago a idosos e deficientes de baixa renda) com o cadastro do Bolsa Família. Segundo dados preliminares do Ministério do Desenvolvimento Social, foram identificados 55,5 mil casos irregulares (pessoas que recebiam os dois benefícios e extrapolavam o limite de renda familiar previsto no Bolsa Família).

A CGU está concluindo uma nova auditoria na base de benefícios do INSS. Segundo a diretora da área de Auditoria de Políticas Sociais, Eliane Viegas Mota, os trabalhos serão finalizados até o fim do ano e podem apontar irregularidades em vários tipos de benefícios.

Fontes da equipe econômica alegam que é preciso intensificar o combate a fraudes e pagamentos indevidos porque essas despesas agravam ainda mais o déficit previdenciário, sobretudo no momento em que o governo defende a aprovação da reforma da Previdência.


Crédito do Jornal O Globo

Dupla de bandidos troca tiros e rouba arma de segurança de creche em Fortaleza

Dois homens roubaram, na tarde desta sexta-feira (22), a arma de um vigilante de uma escola-creche particular, no bairro Aldeota, em Fortaleza.

A dupla chegou a trocar tiros e, mesmo com um dos suspeitos baleados, a dupla conseguiu fugir em uma moto, em direção à avenida Santos Dumont.


Confira as imagens:
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...



POSTO RIACHUELO EM IRACEMA

ULTRAGAZ EM IRACEMA-CE

ADAS MOTOS EM IRACEMA-CE