Últimas Notícias

TV SERRANA

quarta-feira, 29 de agosto de 2018

Operações desastrosas da PM nas ruas já deixou sete mortos neste ano no Ceará


A morte de um cabo da Polícia Militar, durante uma ação desastrosa de seus próprios companheiros de farda, na madrugada desta quarta-feira (29), deu sequência a uma série de episódios desta natureza, em que cidadãos são mortos em ações erradas da Polícia Militar. Neste ano, já são, pelo menos, sete vítimas. Entre elas, estão uma criança, uma mulher e, agora, um PM.

O cabo PM Paulo Alberto Marques Albuquerque, morreu na madrugada desta quarta-feira após ser baleado por outros PMs. O caso aconteceu no bairro Parangaba. O militar estava de folga, à paisana, e quando reagiu a uma tentativa de assalto, foi confundido por uma patrulha da PM como sendo um dos criminosos e acabou baleado, morrendo horas depois na sala de cirurgia do Instituto Doutor José Frota (IJF).


Em todos os casos, a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social prometeu uma investigação, mas os resultados não foram divulgados até agora.

Casos de ações desastrosas com morte da PM neste ano no Ceará:

1 – Dia 25 de abril/2018 – José Isaac Santiago da Silva, um garoto de apenas 6 anos de idade, morre ao ser baleado por policiais militares que havia cercado a casa de seus familiares, no bairro Bom Jardim, em busca de armas e drogas.

2 – Dia 6 de maio/2018 – Wellington Matias de Sousa, 32 anos, morre após ser atingido por um tiro de carabina disparado por policiais militares que perseguiam bandidos em um carro roubado pela Avenida José Bastos, no bairro Demócrito Rocha, na Capital.

3 – Dia 29 de maio/2018 – Rodrigo Alves Martins 31 anos, morre durante uma operação conjunta da Polícia Civil e da PM na cidade de Crateús. Ele foi detido pela Polícia e algemado, mas conseguiu abrir as algemas e se apoderar de uma arma, sendo baleado e morto pelos policiais.

4 – Dia 31 de maio/2018 – Márcio Gabriel Mendes Ferreira, adolescente de 16 anos, é morto, a tiros, no momento em que policiais do Batalhão de Policiamento Rodoviário Estadual (BPRE) faziam uma abordagem na Avenida I do Conjunto José Walter. As circunstâncias da morte apresentam versões contraditórias sobre quem atirou no menor.

5 – Dia 11 de junho/2018 – Gisele Távora Araújo, 42 anos, morre no IJF-Centro horas após ser baleada por policiais militares na Avenida Oliveira Paiva, na Cidade dos Funcionários, quando seu carro foi confundido pelos PMs como sendo roubado.

6 – Dia 1º de Agosto – José Messias Guedes Oliveira, 35 anos – é  baleado e morto por policiais rodoviários na CE-371, saída de Campos Sales.  Os policiais disparam tiros no automóvel suspeitando que ali estavam havia assaltantes de bancos. Contudo, no carro estavam quatro cidadãos paraibanos jogadores de sinuca que iam participar de um campeonato na Bahia. Os tiros balearam três deles. O campeão paraibano de sinuca, José Messias Guedes Oliveira recebeu vários tiros e não resistiu.

7 – Dia 29 de agosto – O cabo da PM Paulo Roberto Marques Albuquerque é confundido com um assaltante e termina  baleado e morto por colegas de farda, no bairro Parangaba.

CEARANEWS7

Nenhum comentário:

Postar um comentário



Anúncio Google

Post Top Ad

Your Ad Spot

Páginas