Últimas Notícias

23 julho 2018

Dezessete animais são resgatados em situação de maus-tratos e desnutrição em Fortaleza


De tão desnutridos, animais estavam para iniciar processo de canibalismo entre eles. (Foto: Divulgação)

Dezessete animais – 13 cães e quatro gatos - foram resgatados em situação de maus-tratos e subnutrição em uma casa localizada no Bairro Papicu, em Fortaleza, na madrugada deste domingo (22). A denúncia, com fotografias anexadas, foi feita por moradores da região ao Batalhão de Policiamento Ambiental.

O dono da casa não estava e foi preciso a ajuda de um chaveiro para que os policiais pudessem entrar no imóvel. “Quando entramos, a situação era de calamidade: os bichos todos debilitados e a casa inabitável, com fezes e urina por todo lugar”, relata a tenente Luziane Freire, subcomandante da 1ª Companhia do Batalhão de Policiamento Ambiental.

Um veterinário foi chamado para auxiliar na condução e atendimento aos animais. “O próprio veterinário ficou horrorizado ao ver o estado em que os eles se encontravam. Os agentes tiveram dificuldades na captura dos animais pois se escondiam embaixo de móveis e era preciso rastejar”, conta.


Casa onde animais foram encontrados estava cheia de lixo, fezes e urina. (Foto: Divulgação) Casa onde animais foram encontrados estava cheia de lixo, fezes e urina. (Foto: Divulgação)
Casa onde animais foram encontrados estava cheia de lixo, fezes e urina. (Foto: Divulgação)
Abrigo São Lázaro
Os animais foram acolhidos pelo Abrigo São Lázaro e o caso foi registrado no 9° Distrito Policial, na Praia do Futuro. A Polícia Civil abriu um procedimento para apurar a responsabilidade pelos maus-tratos, considerado crime.

Identificado, o autor vai responder por crime ambiental e, se condenado, pode sofrer pena de detenção de 3 meses a um ano, além de pagamento de multa.


“Apesar de lotado, quando a diretora do abrigo viu a situação dos animais, reservou uma ala só para eles. O próprio veterinário e os agentes se prontificaram a ajudar na alimentação dos resgatados tão grave foi a situação encontrada. Segundo o veterinário, se eles não fossem tirados de lá imediatamente, os animais começariam um processo de canibalismo, um comendo o outro”.

Crime ambiental
É considerado crime ambiental praticar ato de abuso, maus tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos.

Quem quiser ajudar na alimentação e nos medicamentos dos animais, basta ligar para o Batalhão de Policiamento Ambiental, pelos números 190 ou 3101.3545.

Nenhum comentário:

Postar um comentário



Anúncio Google

Post Top Ad

Your Ad Spot

Páginas