Últimas Notícias

TV SERRANA

26 outubro 2017

Mais de 104 milhões de brasileiros têm acesso ao Programa Brasil Sorridente

Cidadãos de todas as idades podem ter acesso ao maior programa de saúde bucal do País. Atualmente, mais de 104 milhões de pessoas são atendidas pelo Brasil Sorridente, que oferece uma série de ações odontológicas gratuitas à população, por meio do Sistema Único de Saúde (SUS).

O Governo do Brasil tem investido cada vez mais na saúde bucal brasileira. Neste ano, até dezembro, serão investidos R$ 1,1 bilhão, maior valor de toda a série histórica da Política Nacional de Saúde Bucal. Os profissionais promovem ações de promoção, prevenção, diagnóstico, tratamento, reabilitação e manutenção da saúde bucal dos brasileiros.
Dependendo do grau de complexidade do tratamento, o paciente é encaminhado aos centros especializados, indicados pelas Equipes de Saúde Bucal que integram o programa. Os atendimentos podem ser simples ou mais complexos, como cirurgias, tratamento ortodôntico ou câncer bucal.  Atualmente, quase 112 milhões de pessoas recebem fluoretação da água para consumo humano como forma de prevenção.

Toda equipe de saúde do programa é responsável por um território que, em geral, concentra de 3 mil a 4 mil pessoas, sendo orientada a solucionar, pelo menos, 80% das demandas apresentadas pelos cidadãos. As Equipes de Saúde Bucal também integram as Equipes de Saúde da Família e podem ser compostas por cirurgião-dentista, técnico ou auxiliar em saúde bucal.

Em julho deste ano, o Ministério da Saúde anunciou a liberação de R$ 344,3 milhões para qualificar, ampliar e fortalecer o atendimento de Saúde Bucal pelo SUS, por meio da Política Nacional de Saúde Bucal, em todo o Brasil. Desse total, R$ 89,9 milhões são relativos ao custeio de 2.299 novas Equipes de Saúde Bucal. Outros R$ 2,6 milhões serão destinados à aquisição de 17 Unidades Odontológicas Móveis (UOM) e R$ 1,9 milhão ao custeio de 34 equipes de UOMs, que aguardavam credenciamento para recebimento da contrapartida federal.

Para a aquisição das cadeiras odontológicas, a pasta destinou R$ 250 milhões, que serão repassados do Fundo Nacional de Saúde diretamente aos Fundos Estaduais e Municipais de Saúde.


Com informações do Ministério da Saúde

Nenhum comentário:

Postar um comentário



Anúncio Google

Post Top Ad

Your Ad Spot

Páginas