Últimas Notícias

05 maio 2017

No interior do CE, prefeito dribla crise com ações que permitirão realizar uma gestão de resultados

Administrar com recursos cada dia mais limitados, tendo que lidar com críticas, incompreensão, e ainda assim conseguir dá respostas satisfatórias a um povo que sofre os efeitos da maior crise financeira da história do Brasil, tem sido o dilema dos gestores municipais. Diante das muitas dificuldades, uns demonstram habilidade e força de vontade acima de tudo para realizar uma gestão de resultados. Outros, perdem completamente o rumo e se dizem impossibilitados de cumprir suas promessas feitas em campanha.

Em Ereré, município do Estado do Ceará com pouco mais de 7 mil habitantes, localizado na região do Jaguaribe e distante 305 km da capital Fortaleza, o prefeito de primeiro mandato Antônio Nivaldo Muniz (PP) -‘Toinho de Luizão’ como é mais conhecido – é um exemplo de gestor que não se deixa abater pelas adversidades. Ao contrário, demonstra uma determinação peculiar diante da missão assumida em 1º de janeiro de 2017.

Após ter exercido o cargo de vereador por 2 (duas) vezes consecutivas, tendo inclusive presidido a Câmara Municipal (2013/2014), aos 31 anos de idade ‘Toinho de Luizão’ chega à Prefeitura de Ereré com a árdua missão de conduzir os rumos e traçar o caminho do desenvolvimento de um município interiorano jovem, com apenas 30 anos de emancipação política, o qual vivencia, além dos efeitos da atual crise econômica nacional, todas as adversidades características do semiárido nordestino, principalmente a seca que castiga as famílias do campo e a falta de mecanismos que possibilitam geração de emprego e renda para os jovens, como indústrias, por exemplo.

Passados os primeiros 4 (quatro) meses de sua gestão, e já enfrentando críticas – algo natural do processo administrativo de um município -, o gestor foi à Câmara Municipal daquela cidade, no final de abril, prestar conta aos vereadores e especialmente à população erereense.


O portal Jornal Folha Serrana teve acesso a íntegra do pronunciamento feito pelo prefeito ‘Toinho de Luizão’ na casa do povo, em 25 de abril, onde o mesmo além de expor com transparência a situação financeira do município, elencou uma série de ações, sejam executadas ou em execução, as quais transparecem a força de vontade de um jovem gestor que diz a que veio e que não mede esforços para honrar a confiança nele depositada pelos cidadãos e cidadãs erereenses.

Atualmente, na maioria dos municípios brasileiros, pagar em dia a folha dos servidores públicos já é objetivo inalcançável para seus gestores. Ir além com ações expressivas nas mais diversas áreas da administração pública então, é utopia.

No entanto, em Ereré, ações expressivas em áreas como saúde, educação, infraestrutura, ação social, dentre outras, acontecem e, ao que tudo indica, serão intensificadas mesmo diante da crise.

Para isto, medidas drásticas precisaram ser adotadas. Como, por exemplo, enxugar a máquina pública o máximo possível, inclusive cortando na própria carne, como fez o gestor ao reduzir seu próprio salário, o do vice-prefeito e dos secretários municipais.

Não diferente de muitos municípios brasileiros, Ereré possui um volume de despesas mensais obrigatórias incompatível com sua realidade no tocante a arrecadação de receitas.

Educação

Um total de 55 professores temporários, somados aos efetivos e a outros profissionais da área demandam uma despesa mensal de mais de R$ 400 mil na Educação. Atualmente não é possível reduzir o número de educadores temporários porque as escolas existentes não dispõem de estrutura capaz de concentrar maior número de alunos por turno e sala de aula.

Ainda assim, o gestor tem administrado com maestria esta realidade e garantido ensino, transporte e merenda escolar de qualidade.

Saúde Pública  

Na área da Saúde, garantir atendimento diário na unidade hospitalar e o funcionamento do Programa Saúde da Família (PSF), tem demandado ao município uma despesa mensal de mais de R$ 60 mil só com salários de médicos, quando o repasse federal é de apenas R$ 25 mil, de forma que os outros R$ 35 mil vem sendo complementados com recursos oriundos do Fundo de Participação dos Municípios (FPM).

Isto sem falar no custo mensal da manutenção da Farmácia Básica, do fornecimento de exames de média e alta complexidade, além do transporte diário de pacientes que fazem tratamentos em outras cidades como Fortaleza e Natal.

Apesar das dificuldades, em seu pronunciamento na Câmara Municipal o prefeito ‘Toinho de Luizão’ enfatizou que pretende ampliar as ações da área da Saúde, com contratação de mais médicos, sendo estes especializados em cardiologia e pediatria, e que, além disso, pretende oferecer serviço de tratamento bucal, inclusive nas comunidades rurais.

O gestor destacou ainda a disponibilização de 2 (duas) ambulâncias em comunidades rurais, sendo uma no Distrito de São João, outra no Distrito de Tomé Vieira, além do processo licitatório, já em andamento, para a compra de uma nova e moderna ambulância, que em breve também estará a serviço da população erereense.

Ainda na área da Saúde, o prefeito anunciou que já está licitando o tão esperado Abatedouro Público, o qual será construído no Distrito de Tomé Vieira, uma vez que não é mais aceitável que o abate de animais no município continue acontecendo em condições inadequadas de higiene, o que põe em risco a saúde dos munícipes.

Obras Públicas

Na área da Infraestrutura e Obras Públicas, o prefeito ‘Toinho de Luizão’ anunciou que já dispõe de uma equipe a qual está elaborando projetos que são de grande importância para a população, os quais serão executados ao lango de sua gestão que está apenas começando.

O gestor destacou o andamento das obras de reforma das Quadras de Esporte dos Distritos de São João e de Tomé Vieira, enfatizando que tais obras já estão em fase conclusiva.

‘Toinho de Luizão’ também destacou a retomada de obras de pavimentação no Distrito de Tomé Vieira e de ruas da Zona Urbana.

O gestor anunciou ainda que já deu início a licitação da recuperação da iluminação pública de Ereré, explicando que algumas ações estão em atraso devido a burocracia do processo licitatório.

Outra ação destacada pelo prefeito foi a realização da Operação Tapa Buraco na Zona Urbana e a recuperação das estradas vicinais do Município, as quais tem recebido atenção especial em sua gestão.

Agricultura

Na área da Agricultura o prefeito ‘Toinho de Luizão’ destacou as mais de 1.300 horas de cortes de terras realizados pela Prefeitura de Ereré. Uma ação que, segundo o gestor, atendeu a todos os agricultores do município sem qualquer distinção.

O prefeito também destacou a assinatura do programa Garantia-Safra e reiterou que sua gestão não mede esforços para apoiar as famílias do campo.

Ação Social

Na área da Ação Social, ‘Toinho de Luizão’ destacou que sua gestão é sobretudo sensível e solidária para com as famílias mais carentes de Ereré.

O gestor lembrou que, entre janeiro e fevereiro de 2017, quando ainda não havia realizado licitação específica para a área social, doou mais de R$ 5 mil reais em alimentos para a Casa de Apoio do município, que inclusive foi aberta na sua gestão, em cumprimento a uma de suas promessas de campanha.

Cultura

Na área da Cultura o prefeito destacou a compra de novos instrumentos para a Banda de Música da cidade, que será resgatada pela sua gestão, anunciando de que implementará ações visando o enriquecimento do calendário cultural da cidade.

Concurso Público

Considerando que o município possui atualmente mais de 100 funcionários contratados temporariamente, o prefeito se comprometeu em realizar, ainda este ano, um Concurso Público com edital que abrangerá as mais diversas áreas da administração municipal. O gestor lembrou que há 10 (dez) anos não é realizado um certame em Ereré, enfatizando que é preciso adequar o quadro de servidores da municipalidade a necessidade atual.

fotos Rede news

Nenhum comentário:

Postar um comentário



Anúncio Google

Post Top Ad

Your Ad Spot

Páginas