ANÚNCIOS

Últimas Notícias

Ministério Público pede que a justiça ordene a retirada de vendedores das calçadas e vias públicas de Russas

O Ministério Público  através do Promotor Luiz Dionísio de Melo, moveu uma Ação Civil Pública contra o Município de Russas, para que sejam retirados todos os vendedores ambulantes e comerciantes das calçadas ou via Pública do centro de da cidade.

Segundo o Ministério Publico em virtude de várias reclamações formuladas por cidadãos de Russas, é fato público e notório que as calçadas principalmente do centro são ocupadas de forma totalmente irregular por vendedores ambulantes e mostruários de mercadorias do comercio local.

O Ministério Público diz que a ocupação irregular e ilegal das calçadas por lojistas e ambulantes desvirtua, totalmente, o destino a que se deve dar normalmente as calçadas.

O Ministério Público pede a Justiça que seja concedida a antecipação da tutela, a fim de compelir o Município, sob pena de multa diária, a providenciar, no prazo máximo de 90 dias, a retirada de todos e quaisquer vendedores ambulantes e outros artigos de comercio ( Tábua, barracas, mostruários, manequim, etc ) que sejam sob as calçadas e vias publicas do centro de Russas. Seja o réu condenado nos ônus da sucumbência, dá-se o valor $350.000,00.

A  Justiça por meio do Dr. Abraão Tiago Costa e Melo, Juiz de direito da 2ª Vara da Comarca de Russas, notificou  o Município de Russas para que se manifeste sobre o pedido de liminar.

Russas News


Nenhum comentário