Últimas Notícias

TV SERRANA

quarta-feira, 3 de agosto de 2016

Homem mata tio e deixa o corpo por 6h dentro de carro em Acaraú

A cidade de Acaraú, distante aproximadamente 253Km de Fortaleza, foi palco de uma tragédia familiar na última segunda-feira (1º). Um comerciante de 35 anos assassinou com um tiro de revólver o próprio tio, de 51, após uma discussão por causa de uma dívida. Após o crime, o homem colocou o corpo da vítima no banco do passageiro do carro e retornou às atividades do cotidiano. Foi trabalhar, frequentou a academia e ainda tirou um cochilo. Seis horas depois, decidiu esconder o corpo em um matagal.

Antônio Ribeiro Fonteneles Filho, o "Júnior", foi preso em operação da Polícia Civil envolvendo a Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e a Delegacia Regional de Acaraú. Segundo os investigadores, ele confessou ter assassinado e escondido o corpo do também comerciante José Valderi Fontineles.

De acordo com a diretora da DHPP, delegada Socorro Portela, José Valderi e 'Júnior' negociavam uma dívida de aproximadamente R$ 230 mil. Por volta das 9h30 de segunda-feira, os dois saíram no veículo de 'Júnior', um Fiat Siena de cor prata. No trajeto, discutiram, e o sobrinho efetuou um tiro na cabeça do tio.

Em seguida, o homem utilizou uma sacola plástica para enrolar a cabeça da vítima "para não sujar os bancos do carro", conforme relatou a delegada, e pôs o corpo no banco do passageiro. Então, retornou para a loja de peças que possui e trabalhou normalmente, até por volta das 11h. Imagens do circuito interno de câmeras do estabelecimento mostram o homem saindo da loja, com um papelão.

Na sequência, 'Júnior' foi para casa, almoçou, e ainda foi praticar exercícios físicos em uma academia. Retornou para casa e dormiu, à tarde. Durante todo este tempo, o corpo do tio permaneceu no banco do Siena, coberto com o papelão que o empresário havia levado da loja.

Por volta das 16h30, conforme a Polícia, o suspeito seguiu até Itarema, onde abandonou o corpo de José Valderi, em um matagal.

Como a vítima estava desaparecida desde a manhã daquele dia, os familiares montaram uma força-tarefa para procurar o comerciante. O próprio 'Júnior' participou das buscas, conforme a Polícia.

Na terça-feira (2), a Polícia Civil iniciou os trabalhos de busca pelo comerciante e chegou até Júnior, que após criar uma versão spbre a última vez em que esteve com o tio, decidiu confessar o crime e informar onde estava o corpo do tio. "A arma do crime, ele disse que jogou na estrada. Ainda estamos procurando por ela", afirmou a delegada.

Antônio Ribeiro Fonteneles Filho acabou preso em flagrante por homicídio qualificado (por motivo torpe) e ocultação de cadáver. Diante da repercussão local do crime, o homem permanecerá preso no xadrez da DHPP, conforme Socorro Portela.

Diário do Nordeste

Nenhum comentário:

Postar um comentário



Anúncio Google

Post Top Ad

Your Ad Spot

Páginas