Últimas Notícias

27 julho 2016

Grávida é morta pelo companheiro quando lavava roupa no Crato

Crato. A Polícia Militar deste município está à procura de Erivan Ferreira da Silva, de 28 anos, suspeito de assassinar a própria companheira com um tiro de espingarda nas costas, no Sítio Engenho da Serra, Distrito de Santa Fé. Lucineide Tomaz da Silva, 35, foi morta enquanto lavava roupas, na tarde da última segunda-feira (25), a cerca de 500 metros de casa. A vítima estava grávida de quatro meses, fruto da relação de um ano com o suspeito.

De acordo o relato de uma vizinha de Lucineide, o suspeito teria chegado, conversado por cerca de meia hora com a companheira e efetuado o disparo. Segundo testemunhas, o casal mantinha uma "relação conturbada e com muitas brigas".

De acordo com os parentes de Lucineide, que deixa dois filhos jovens, o suspeito era ciumento e bastante violento. Erivan já responde, inclusive, por porte ilegal de arma e tentativa de homicídio contra sua ex-companheira, em 2010.

Violência no Cariri

Segundo a presidente do Conselho Municipal de Defesa da Mulher Cratense (CMDMC), Verônica Carvalho, de acordo com estatísticas ainda a serem confirmadas com a Polícia, em 2015 foram 14 mulheres assassinadas no Cariri. Neste ano já são cinco casos, incluindo a morte de Lucineide. Segundo o primeiro levantamento realizado pelo órgão, no período de janeiro de 2005 a janeiro de 2015, foram 186 mulheres mortas, sendo que a grande maioria dos assassinatos foi ocasionada pelo próprio companheiro da vítima.

Diário do Nordeste

Nenhum comentário:

Postar um comentário



Anúncio Google

Post Top Ad

Your Ad Spot

Páginas