Estradas estaduais registram menos mortes e mais abordagens em abril de 2016

quarta-feira, 4 de maio de 2016

Seguindo os resultados apresentados desde o início deste ano, abril foi um mês mais tranquilo nas rodovias estaduais, se comparado ao mesmo período do ano passado. Houve 10% menos vítimas fatais em acidentes, caindo de 30 para 27 mortes. Já o número de veículos abordados cresceu 15%, passando de 93.476 para 107.454. Os índices são reflexos das ações desenvolvidas pelo Batalhão de Polícia Rodoviária Estadual (BPRE) e pelo Batalhão de Divisas, que atuam diretamente no policiamento e prevenção de acidentes nas CEs.

Já o número de notificações passou de 19.772, em abril de 2015, para 33.256, no mês passado, correspondendo a um aumento de 68%. O número de flagrantes realizados em estradas estaduais também teve crescimento (3%) no período, indo de 58 para 60. Foram apreendidas 1.141 Carteiras Nacionais de Habilitação (CNHs), em abril deste ano, e 937 unidades, no mesmo mês de 2015 – uma alta de 22%. O número de armas de fogo apreendidas também apresentou aumento, passando de cinco para 18, no período.

Para o coronel Paulo Sérgio, comandante do BPRE e do Batalhão de Divisas, o acréscimo nas apreensões de drogas e armas é resultado das abordagens. “Graças à intensificação nas abordagens, mais drogas e armas foram tiradas de circulação”, frisa. Ele ainda detalha que os bons resultados são obtidos com o apoio de agentes do Departamento Estadual de Trânsito do Ceará (Detran-CE), nas fiscalizações. Neste ano, as atuações do BPRE também foram intensificadas na Capital, com o apoio da Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) de Fortaleza. Ao todo, o Ceará possui 24 postos do BPRE, com outros dez em construção.
“O aumento no número das abordagens reflete na redução dos acidentes. À medida que as fiscalizações são intensificadas, os condutores vão se conscientizando sobre a mistura perigosa entre álcool e direção”, analisa o comandante.

Acumulado do ano

Os quatro primeiros meses de 2016 tiveram 21 mortes a menos nas CEs se comparados com o mesmo período de 2015. Em 2016, foram 107, enquanto em 2015 foram 128, o que representa uma queda de 16%. Se contabilizadas apenas as mortes relacionadas a motos e ciclomotores, a redução foi de 6%, passando de 67 para 63 vítimas fatais.

De janeiro a abril deste ano, o número de veículos abordados cresceu 21%, indo de 335.133, no mesmo período do ano passado, para 404.360. Já as notificações passaram de 69.375 a 117.899 – um incremento de 70%. Foram realizados 31% mais flagrantes que em 2015, tendo sido registrados 301 nos quatro primeiros meses desse ano contra 229 no mesmo período do ano passado. A quantidade de CNHs apreendidas cresceu 49%. Foram 4.614 unidades apreendidas contra 3.088 em 2015. Ao todo, neste ano, 155 pessoas foram autuadas por conduzir veículos sob a influência de álcool ou substância de efeitos análogos, com base no Artigo 306 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

O aumento também foi obtido nas apreensões de drogas. Neste primeiro quadrimestre, foram recolhidos 35 kgs de entorpecentes nas rodovias, 150% a mais do que em 2015 – com 14 kgs. Também uma quantidade maior de armas foi apreendida neste ano. Ao todo, foram 50 contra 26 no ano anterior.

Fonte: SSPDS


0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...



POSTO RIACHUELO EM IRACEMA

ULTRAGAZ EM IRACEMA-CE

ADAS MOTOS EM IRACEMA-CE